Fale conosco: 11 5585-9000   +(11) 5585-9000   contato@charlespizzaria.com.br

Vale tudo: dá para casar vinho com pizza, quibe, brigadeiro e até coxinha

Vale tudo: dá para casar vinho com pizza, quibe, brigadeiro e até coxinha 

logo

O mundo do vinho tem suas próprias regras – e uma das que mais assustam é a ideia da harmonização. Ao contrário do que parece, porém, as regras não são tão rígidas. Cada vez mais, mais importante do que as regras duras de conduta, é saber unir aquilo que você gosta com as qualidades do que está degustando à mesa.

“Um vinho não precisa ser caro para ser bom e a harmonização pode, sim, fugir dos padrões. O mais importante é a satisfação da pessoa que está bebendo”, diz Michel Nassar, proprietário da Charles Pizzaria, em São Paulo e entusiasta de vinhos. E, para expandir muito o repertório de vinhos a experimentar, não precisa nem mesmo esperar uma ocasião especial para começar: a bebida acompanha até mesmo os pratos mais simples. Saiba como a seguir:

Pizza vai com tinto e branco

ultra_pizza_winePizza, por exemplo, são um prato que é fácil de casar com vinho, como fazem os italianos. Rótulos à base de uvas Carménère e Sangiovese, por exemplo, são sugestões interessantes para a redonda. “Um bom vinho rosé ou até mesmo um Sauvignon Blanc são boas ideias”, conta Nassar.

O sommelier Charles Campos, por sua vez, sugere um Lambrusco tinto bem gelado para quem for de pizza de frango com Catupiry, “para que as bolhinhas lavem o paladar do catupiry e não o deixe pesado.” Os fãs de pizza de calabresa, por sua vez, não precisam apostar nos tintos, pelo contrário. “É bom lembrar que a linguiça, na maioria das vezes, é apimentada e não reage bem com os taninos dos tintos. Sauvignon Blanc e rieslings do novo mundo são uma boa opção.”

Quibes e esfihas com os encorpados

Mudando de prato típico, quibes e esfihas também ficam melhores acompanhadas de vinho. Como a culinária árabe costuma ser mais pesada, a sugestão é investir em vinhos mais encorpados, com uvas como Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Syrah.

Comidinhas de boteco vai bem até com espumantes

Os famosos pratos de boteco, como batata frita, bolinho de carne e coxinha não precisam, necessariamente, ser acompanhados de cerveja. Quem quiser arriscar um bom vinho com elas pode contar com rótulos com um teor de acidez maior para contrabalançar a gordura presente nos quitutes. Vale considerar a ideia de servir espumantes – uma cava espanhola, por exemplo, é um bom acompanhamento. O popular bolinho de camarão, querido de tantos bares, faz bom par com Chardonnays chilenos e argentinos, na opinião de Charles.

Brigadeiro combina com vinho do Porto

O bom e velho brigadeiro de todas as horas também merece um vinho. Chocolate é um ingrediente complexo para harmonizar, mas bebidas fortificadas, como o vinho do Porto, são uma combinação certeira para a hora da sobremesa. Já o popular pudim de leite, na opinião de Charles, fica muito bom com vinhos de sobremesa Moscatel, em especial os portugueses vindos de Setúbal. “Não tem erro. É provar e sonhar”, diz.

Arroz, feijão e vinho tinto

E o prato preferido de nove entre dez brasileiros, o famoso arroz com feijão e bife, ele combina com vinho? “Claro! Um bom corte de carne, como um bife ancho, acompanhado de arroz, feijão e farofa, fica uma delícia com um Malbec ou um Cabernet Sauvignon”, diz Michel Nassar.

Fonte:  20/04/2017 – UOL Estilo de vida

Deixe uma resposta

Horário de Funcionamento:

Seg. 18:00 - 23:00
Ter. 18:00 - 23:00
Qua. 18:00 - 23:00
Qui. 18:00 - 23:00
Sex. 18:00 - 24:00
Sáb. 18:00 - 24:00
Dom. 18:00 - 23:00

Atendimento Charles Pizzaria

Tel.: +55 11 5581-2666 / 5071-0087
Endereço: Avenida José Maria Whitaker, 1785 -
Planalto Paulista - São Paulo, SP
Emailcontato@charlespizzaria.com.br